Uma proposta para estudo da imaginária cristã a partir de Romano Guardini e o contexto cultural da obra

Mauro Maia Fragoso

Resumo


Resumo: Na transição do século XIX para o século XX, irrompeu entre os pesqui- sadores um interesse sem precedente pelo estudo das imagens sagradas, as quais Romano Guardini distingue como imagem de culto e imagem de devoção. A espe- culação acerca dessas mesmas imagens foi ainda mais acentuada com as decisões tomadas pelo Concílio Vaticano II, no que se refere à diminuição das representa- ções hagiográficas no interior do templo. Desde então, o culto às imagens sagradas entrou em declínio e simultaneamente passou a ser objeto de interesse dos mais variados ramos acadêmicos e, notoriamente, do comércio. Dentre os estudiosos, o tema foi subdividido entre iconografia e iconologia. Independentemente do rumo que tomara as sagradas imagens, particularmente em meados do século XX, para melhor compreensão do tema, é preciso retomar aos primórdios do cristia- nismo, passando pela veneração dos santos, a formação do calendário litúrgico, o estabelecimento ou consolidação da cultura cristã e a importância dos sinais e símbolos que transportam os fiéis a uma realidade além do mundo material ou, mais precisamente, com a divindade e seus intermediários entre o céu e a terra. Tendo em vista a complexidade do cristianismo em terras Orientais, essa proposta para estudo da imaginária cristã atem-se aos limites Ocidentais.

Palavras-chave: Cristianismo. Imagem de culto. Imagem de devoção. Devoção popular. Liturgia.

Abstract: In the transition from the Nineteenth Century to the Twentieth Century, an unprecedented interest in the study of sacred images erupted among researchers, which Romano Guardini distinguishes as an image of worship and an image of devotion. Speculation about these same images was further accentuated by the decisions taken by the Second Vatican Council regarding the reduction of hagiographic representations within the temple. Since then, the cult of sacred images has declined and at the same time has become an object of interest in a wide range of academic fields, and notably in commerce. Among the scholars, the theme was subdivided between iconography and iconology. Regardless of the direction taken by the sacred images, particularly in the mid-Twentieth Century, in order to better understand the theme, it is necessary to return to the beginnings of Christianity, through the veneration of the saints, the formation of the liturgical calendar, the establishment or consolidation of Christian culture and importance of the signs and symbols that carry the faithful to a reality beyond the material world or, more precisely, to the divinity and its intermediaries between Heaven and Earth. In view of the complexity of Christianity on Eastern lands, this proposal for the study of the Christian imaginary is in keeping with the Western limits.

Keywords: Christianity. Cult image. Image of devotion. Popular devotion. Liturgy.



Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.