A cerimônia de troca da indumentária de Nossa Senhora da Glória do Outeiro

D. Mauro Maia Fragoso, Eduardo da Costa Campos

Resumo


Resumo: O artigo trata da cerimônia da troca de indumentária da imagem de orago da igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro do Rio de Janeiro. Para maior compreensão do tema foi necessário contextualizá-lo como um rito praticado por uma elite da sociedade fluminense, remontando a costumes europeus, passando pelo Sínodo da Bahia, realizado no ano de 1707, em conformidade com as determinações tridentinas. O ritual que acontece a cada 5 de agosto, conta com a participação dos confrades da Imperial Irmandade da Glória do Outeiro, iniciando com a chamada das Aias que se encontram na sacristia e que deverão aproximar-se da referida imagem para a retirada e substituição da indumentária. Do corpo ou nave da igreja, os confrades participam do evento recitando o rosário e cantando hinos em honra da Virgem. Após a reinstalação da imagem, os confrades sobem para o presbitério e as confreiras ocupam as primeiras fileiras de cadeiras dispostas na nave da igreja. O rito é concluído com a celebração da Eucaristia.

Palavras-chave: Nossa Senhora da Glória. Aias. Troca de vestes.

Abstract: The article deals with the ceremony of changing the clothing of the main statue in the church of Nossa Senhora da Glória do Outeiro (Our Lady of Glory of the Outeiro) in Rio de Janeiro. For a better understanding of the theme, it was necessary to contextualize it as a rite practiced by an elite of Fluminense society, going back to European habits, passing through the Synod of Bahia, held in 1707, in accordance with the Tridentine determinations. The ritual, that takes place in every 5th of August, counts on the participation of the confreres of the Imperial Brotherhood of Glory of the Outeiro, starting with the call of the Maids who are in the sacristy and who should approach the statue for the removal and replacement of the clothing. From the body, or nave of the church, the confreres participate in the event, reciting the rosary and singing hymns in honour to the Virgin. After the sculpture has been reinstalled, the male confreres go up to the presbytery and the female ones occupy the first rows of chairs arranged in the church nave. The rite is concluded with the celebration of the Eucharist.

Keywords: Our Lady of Glory. Maids. Changing clothing.


Texto completo:

PDF

Referências


Referências

BAXANDALL, Michael. O olhar renascente: pintura e experiência social na Itália da

Renascença. São Paulo: Paz e terra, [1972] 1991.

CAMPOS, Eduardo da Costa. Nossa Senhora da Glória e suas Aias: apronto, cuidado e

devoção – um exemplo no universo imaginária de vestir. Rio de Janeiro: Monografia de

especialização em História da Arte Sacra, FSB/RJ, 2017.

COELHO, Beatriz; QUITES, Maria Regina Emery. Estudo da escultura devocional em

madeira. Belo Horizonte: Fino Traço, 2014.

FLEXOR, Maria Helena Ochi. Imagens de Vestir na Bahia. In: V Colóquio LusoBrasileiro de História da Arte, 2001.

______. Imagens de roca e de vestir na Bahia. Revista Ohun – Revista eletrônica do

Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes da UFBA, Ano

II, n. 2. Salvador: out. 2005.

______. O Concílio de Trento: As Constituições Primeiras do Arcebispado da Bahia e a

arte religiosa no Brasil. Belo Horizonte: Imagem Brasileira, 2009.

FRAGOSO, Mauro Maia. Uma proposta para estudo da imaginária cristã a partir de

Romano Guardini e o contexto cultural da obra. Coletânea, Rio de Janeiro, v. 17, n.

, p. 145-166, jan./jun. 2018. Disponível em: http://www.revistacoletanea.com.br/.

Acesso em: 16 ago. 2019.

MAIA, Antônio Fabiano Feijó. Nossa Senhora da Glória: O auge do seu Culto no Rio

de Janeiro (1840-1889). 2005, 48f. Trabalho de Conclusão de Curso. Departamento de

História da Universidade Gama Filho. Rio de Janeiro, 2005.

______. A escola vai ao museu: avaliação da aula visita ao museu da Imperial

Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro. 2009. 54f. Dissertação (Mestrado

em Avaliação). Rio de Janeiro: Fundação Cesgranrio, 2009.

OUTEIRO da Glória: marco na história da cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro:

Arte Padilha, 2015.

Livro de atas da Imperial Irmandade, sessão de Três de Outubro de 1867, p. 211.

Livro de Atas. Atas sem especificações de mesa da Imperial Irmandade de Nossa

Senhora da Glória do Outeiro. De 1835 a 1869 (IINSGO, IGO B1c).

LLANES, Maria Garganté. La barroquización de las imágenes románicas en catalunya. Imagem brasileira, N. 8, Belo Horizonte, 2015, p. 176-189. Disponível em: https://

www.ceib.org.br/downloads_revistas.html. Acesso em: 16 ago. 2019.

Manuscritos dos Arquivos da Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do

Outeiro: Compromisso da Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do

Outeiro, 1835.

OLIVEIRA, Selma Soares de. Imagens de Roca: Uma coleção singular da Ordem

Terceira do Carmo de Cachoeira. Feira de Santana: UEFS Editora, 2014.

QUITES, Maria Regina Emery. As imagens processionais sob o olhar dos viajantes

do século XIX. Imagem Brasileira, N. 3, Belo Horizonte, 2006, p. 23-30. Disponível

em: https://www.eba.ufmg.br/revistaceib/index.php/imagembrasileira/issue/view/3.

Acesso em: 16 ago 2019.

SANTA MARIA, Agostinho de. Santuario mariano, e histórias das imagens milagrosas

de Nossa Senhora – tomo X. Rio de Janeiro: INEPAC, [1723] 2007.

SCMITT, Jean-Claude. O corpo das imagens: ensaio sobre a cultura visual na Idade

Média. Bauru: EDUSC, 2007.

VIDE, Sebastião Monteiro da. Constituições Primeiras do Arcebispado da Bahia. São

Paulo: EDUSP, [Sínodo Diocesano da Bahia, 1707] 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.