Desistir ou continuar? O doloroso itinerário do ser humano que hesita entre viver ou morrer

Darlan Aurélio de Aviz

Resumo


Resumo: Este artigo tem por objetivo promover uma reflexão acerca do sofrimento de tantos adolescentes e jovens, que diante de seus fracassos, experimentam um imenso vazio existencial, que os leva a duvidar do sentido da vida e da razão pela qual Deus permite o sofrimento. É necessário um olhar atento e misericordioso ao clamor, muitas vezes silencioso, desta geração. O mal não pode abafar o grito de dor de um jovem, onde o “Por que me abandonaste?”significa uma súplica Àquele que em Sua Onipotência não interfere na liberdade do ser humano, mas permanece ao seu lado e assume sua dor tornando-se a condição para sua salvação.

Palavras-chave: Jovens. Sofrimento. Existência. Mal. Morte. Salvação.

Abstract: This paper aims to promote a reflection about the suffering of many teenagers and young adults who, in the face of their failures, experience an immense existential void, leading them to doubt the meaning of life and the reason why God allows suffering. It takes a careful and merciful look at the often silent cry of this generation. Evil should not be able to drown out the pain of a young man, in which the “Why have you forsaken me?” means a prayer to God which, in His Omnipotence, does not meddle with the freedom of the human being, but remains by his side and takes his pain, becoming the condition for his salvation.

Keywords: Teenagers. Suffering. Existence. Evil. Death. Salvation.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.