Verdade e História: entre o não esquecimento da promessa e a ingratidão prometêica

JOATHAS SOARES BELLO

Resumo


Resumo: Este trabalho pretende indicar duas maneiras de entender a “verdade”, uma clássica e outra moderna, e como elas implicam dois modos distintos de realização histórica: de um lado, temos um “realismo” em que a inteligência se apresenta como aberta a uma verdade ancorada no real e a um futuro enrai- zado na tradição; de outro lado, temos um “idealismo” em que a inteligência funciona de modo demiúrgico, criando a própria verdade e o próprio destino. Este segundo modo, a rigor, representa uma visão voluntarista, apesar da capa racionalista, e sua formulação mais radical seria aquela que se apresenta no niilismo da chamada pós-modernidade.

Palavras-chave: Verdade. História. Memória. Esquecimento.

Truth and History: between not forgetting the promise and promethean ingratitude

Abstract: This work intends to indicate two ways of understanding “truth”, a classic and a modern one, and how they imply two distinct modes of historical realization: on the one hand, we have a “realism” in which the intelligence presents itself as open to a truth anchored in the real and a future rooted in tradition; on the other hand, we have an “idealism” in which intelligence functions in a demiurgic way, creating truth itself and destiny itself. This second way, strictly speaking, represents a voluntarist vision, despite the rationalist layer, and its most radical formulation would be that presented in the nihilism of the so-called postmodernity

Keywords: Truth. History. Memory. Oblivion.




Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.