Os programas de pesquisa de Lakatos e a sociologia da ciência: considerações sobre reconstruções da história da ciência

João Fernando Christofoletti

Resumo


Esse estudo apresenta uma reflexão, de caráter introdutório, a partir do contraste entre as “reconstruções racionais da história da ciência” elaboradas por Imre Lakatos e as “reconstruções sociológicas da história da ciência” apresentadas por Steven Shapin. Procuraram-se debater as possibilidades de aproximação e distanciamento entre elas, a partir de uma obra específica de cada um desses autores e enfocando aspectos como racionalidade, subjetividade e influência do contexto social. Cada modo de reconstrução prioriza aspectos específicos. Enquanto um deles se concentra na lógica interna da prática científica, o outro se apoia em fatores sociais para explicá-la. Nesse sentido, eles também representam perspectivas distintas de se pensarem a prática científica e a própria ciência. Por fim, aponta-se para a possibilidade de essas reconstruções se inserirem, como uma manifestação atual, específica da prática científica, no debate da tradição filosófica, entre a possibilidade de um conhecimento verdadeiro e sua impossibilidade, defendida numa posição relativista.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.