O diálogo entre a patrística e a escolástica: do itinerário tomista às exigências contemporâneas

Carlos Frederico Gurgel Calvet da Silveira

Resumo


O diálogo entre Patrística e Escolástica deve-se constituir em verdadeira escola de diálogo. A filosofia e a teologia dos Padres e da Escolástica não somente não são excludentes, mas também urgentes para a teologia e o pensamento contemporâneos. Este tema não estava ausente no século XIX, século fundamental para a recomposição e edição dos textos patrísticos e para o renascimento da escolástica com o neotomismo. Junto a tantas exigências contemporâneas provindas da filosofia, da religião e da teologia, que formam o pano de fundo deste diálogo, aparece um movimento peculiar na história do Cristianismo e ausente nas duas tradições aqui em debate: o ecumenismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.